NOVAS CORES

NOVOS TEMPOS

0800 400 5858

ESTILO E QUALIDADE

LANÇAMENTO

NOVAS CORES

MILHARES DE CORES

AMPLO CATÁLOGO DE CORES

DICAS & TRUQUES

Preparação da superfície

A preparação da superfície é uma etapa muito importante no processo de uma pintura de qualidade, visando o melhor acabamento, resistência e durabilidade. A superfície deve estar limpa, firme, sem poeira, umidade, gordura ou mofo.
A tinta aplicada na parede sem o devido tratamento pode ocasionar descascamento ou outros problemas. Por isso é importante seguir os seguintes passos:

  • Remover as partes soltas com espátula e/ou escova de aço.
  • Lixar toda a superfície.
  • Eliminar o pó com escova de pêlo ou pano úmido para evitar comprometer a aderência da tinta a ser aplicada.
  • Aplicar uma demão de Fundo Preparador de Paredes diluído com água limpa.
  • Em seguida aplicar 2 demãos de Tinta Acrílica como acabamento.
  • Em caso de reboco novo, aguardar 28 dias para o início do procedimento de pintura. Na impossibilidade da espera da cura total do reboco, aplicar 1 demão de Fundo
  • Preparador de Paredes. Em seguida, repintar.
  • Em superfícies que apresentem sinais de cal, reboco fraco ou gesso, utilizar-se do mesmo procedimento do item anterior.
  • Paredes com mofo deverão ser lavadas com solução de água limpa e água sanitária na proporção 2:1. Enxaguar e aguardar a secagem.
  • Gordura e graxa devem ser eliminadas da superfície com uma solução de água e detergente.
  • Pequenas imperfeições na parede podem ser corrigidas com Massa Corrida para áreas internas e Massa Acrílica para áreas externas.
  • Superfície com brilho deverá ser lixada, eliminando-se a poeira para melhor aderência da tinta de acabamento.
  • Para obter um fino acabamento deve-se aplicar Massa Corrida nas paredes internas. No caso de superfícies externas, caso deseje o mesmo acabamento aplicar Massa Acrílica. Nas duas situações a aplicação deve ser feita com desempenadeira de aço e seguindo as instruções no verso das embalagens.
  • Para pintura de pisos cimentados, lavar com solução de ácido muriático com água na proporção de 1:4. Aguardar 30 minutos e enxaguar. Aguarde a secagem e aplique tinta Pisos & Quadras, conforme instruções no verso da embalagem.

Cuidados com a umidade

  • Paredes com descascamento, fissuras, trincas e bolhas causam problemas de infiltração de água.
  • Impermeabilização de má qualidade nos baldrames possibilita aparecimento de umidade nas paredes a 30 ou 40 cm acima do piso.
  • Vazamentos de telhados e de tubulações é outro fator que provoca umidade nas paredes.
  • Lajes expostas e sem impermeabilização provocam umidade nos tetos.
  • Muros desprotegidos na parte superior ou muros de arrimo sem impermeabilização do lado exposto à terra estão sujeitos a ação da umidade.
  • Banheiros e conzinhas com desgaste do rejunte causam infiltração de água nas paredes.
  • Antes de escolher qualquer tipo de pintura, os problemas de umidade deverão ser solucionados, caso contrário o ressurgimento do problema será inevitável.

Ferramentas de Pintura

  • Pincéis e trinchas são utilizados para pintar detalhes e fazer cantos e recortes na parede.
  • Após sua utilização lave-os com água e sabão.
  • Rolos de lã são usados para pinturas de tintas a base d’água.
  • Rolos de espuma rígida são usados para texturização proporcionando acabamentos diversos com a utilização de texturas acrílicas e acrílicos riscados.
  • Espátulas são utilizadas para aplicação de massas e remoção de partes soltas.
  • Desempenadeiras de aço são utilizadas para aplicação de massas e remoção de partes soltas.
  • Desempenadeiras de aço são utilizadas para aplicação de massas em geral em grandes áreas. Após o uso retirar o excesso com espátula, lavar e enxugar.
  • Lixas são utilizadas para uniformização da superfície.
  • Para um bom resultado use pincéis, trinchas e rolos de boa qualidade.
  • O tamanho do pincel e do rolo depende do tamanho da área a ser pintada.

Aplicação das Tintas

  • Diluição, cobertura, escorrimento e diferenças de tonalidade.
  • A diluição deve sempre obedecer às instruções constantes no verso das embalagens, evitando-se dessa forma problemas com cobertura. No caso de cobertura, quando aplicadas as tintas amarelas e vermelhas recomenda-se aplicação de 1 demão de tinta branca antes.
  • Diferença de tonalidade acontece também pela diferente homogeneização feita em cada lata, ou pela iluminação diferente em um ou mais ambientes.
  • Não retoque a parede após 24 horas de sua aplicação. Nesse caso repinte toda a parede.
  • Evite escorrimento diluindo corretamente o produto conforme instruções no verso da embalagem.

As cores e os Ambientes

  • Ambientes altos – para pintura de ambientes com pé direito acima de 3m pinte o teto com uma cor mais escura que a da parede. Desta forma estará rebaixando o teto.
  • Ambientes baixos – para ampliar o ambiente pinte o teto de branco ou com qualquer cor mais clara que as dasparedes.
  • Ambientes estreitos – as paredes pintadas com cores escuras e o teto claro darão impressão de um corredor.
  • Ambientes amplos – caso queira diminuir o ambiente, pinte duas paredes, uma de frente para outra, com um tom mais escuro que as demais.
  • Ambientes retangulares – pinte as paredes menores com uma cor mais escura que as das outras.
  • Ambientes quadrados – caso deseje alongar o ambiente pinte duas paredes, uma de frente para outra, com uma cor mais escura.
  • Ambientes escuros – experimente pintá-los com cores quentes e utilize lâmpadas aconchegantes, ou pinte com tons pastéis e utilize lâmpadas que reproduzam a luminosidade natural.
  • Destacar objetos – pinte com uma cor intensa e que contraste com o objeto ou se quiser escondê-lo pinte a parede da mesma cor da peça.
  • Paredes mais longas – divida a parede à meia altura e pinte a parte superior com um tom mais claro que a debaixo.
  • Paredes mais curtas – a situação é inversa ao item anterior.

Calculo de Consumo

Após definido o tipo de acabamento que será utilizado, defina o produto a ser aplicado.
Para determinar a metragem quadrada da área a ser pintada multiplique a altura pelo comprimento de cada parede separadamente. Daí você obterá a metragem quadrada de cada uma delas. Em seguida some os m² de todas as paredes. Assim você obterá a quantidade de m² geral das paredes. A área do teto também se obtém multiplicando-se o comprimento pela largura, desta forma você obterá a área do teto em m².
Não se esqueça de descontar os vãos de portas e janelas.

Verificar no verso da embalagem o rendimento do produto. Normalmente ele é dado em m² por galão/demão.
Ex: metragem das paredes: 320m²
Rendimento por galão/demão 40m²
320m² : 40m² = 8 galões ( para 1 demão )
Portanto serão necessários 16 galões para 2 demãos.
Como 1 lata de 18L é equivalente a 5 galões, você poderá comprar 3 latas e 1 galão o que diminuirá o seu custo.

Tire suas Dúvidas

  • É necessário o uso de selador sobre massa corrida?
  • O uso de fundo (liqui-base) sobre massa corrida uniformiza a superfície e economiza tinta, além de tornar o acabamento mais nobre.
  • A tinta pode ser aplicada pura?
  • A tinta deve ser diluída conforme instrução no verso da embalagem. Aplicada pura pode ocasionar descascamento.
  • Tinta acrílica pode ser aplicada sobre massa PVA?
  • Após a massa estar totalmente seca, lixada e isenta de pó, poderá ser aplicada a tinta acrílica.
  • Devo aplicar tinta diretamente sobre pintura antiga?
  • Se a pintura estiver calcinada, descascando ou com bolhas deve-se preparar a superfície e aplicar fundo preparador de paredes e depois repintar. Caso a pintura antiga esteja perfeita o procedimento é dispensável.
  • Pode-se pintar sobre papel de parede?
  • Papéis de parede não permitem aderência da tinta, causando descascamento.
  • Qual o tipo de acabamento ideal para pinturas internas?
  • Você pode optar entre acabamento fosco, acetinado ou semi-brilho. Lembrando que a superfície deverá estar totalmente uniforme principalmente no caso de tintas semi-brilho, pois as mesmas tendem a mostrar os defeitos deixados durante a preparação da superfície.

Cores de Segurança

  • Branco – usado na localização de coletores de resíduos, bebedouros e áreas próximas a equipamentos de emergência.
  • Amarelo – usado em corrimões, faixas em pisos e de circulação, equipamentos como empilhadeiras, tratores, pontes rolantes, etc.
  • Preto – usado para identificação de coletores de resíduos.
  • Vermelho – usado para indicar locais e equipamentos de proteção para combate de incêndios.
  • Laranja – usado para indicar perigo com máquinas e equipamentos móveis.
  • Verde – usado para indicar segurança. Atendimento de urgência.
  • Azul – usado para indicar que é obrigatório uso de epi.

Cores de Identificação de Canalização

  • Vermelho – água e substâncias de combate a incêndio.
  • Azul – ar comprimido.
  • Verde – água, com exceção da usada em combate a incêndio.
  • Preto – inflamável e combustíveis de alta viscosidade.
  • Amarelo – gases não liquefeitos.
  • Laranja – produtos químicos não gasosos.
  • Marrom – materiais fragmentados como minérios.
  • Alumínio – gases liquefeitos, inflamáveis e combustíveis de baixa viscosidade.
  • Platina – vácuo.
  • Cinza Médio – eletrodutos.
  • Branco – vapor.

Defeitos e Correções

A preparação da superfície é uma etapa muito importante no processo de pintura.
Caso não seja feita de acordo com as instruções, os problemas podem reaparecer, o que no processo de repintura significaria uma etapa a mais a ser realizada.

Sedimentação
Conforme o tempo de estocagem as partes sólidas da tinta podem se acumular no fundo da embalagem. Para corrigir o problema:
Homogeneizar a tinta utilizando-se de uma espátula retangular (tipo régua).
Não usar madeiras ou quaisquer objetos arredondados.

Eflorescência
A tinta aplicada sobre reboco úmido pode causar manchas esbranquiçadas. Para corrigir o problema:

Deve-se aguardar o período de 28 dias de cura do reboco novo.

Para correção, aplicar 1 demão de Fundo Preparador de Paredes e depois repintar.

Saponificação
Provocada pelo descascamento ou destruição da tinta aplicada na alvenaria. A associação de uma certa umidade aliada ao cal e ao cimento do reboco podem ocasionar o problema que aparece como manchas diversas. Para solução do problema:

Raspar as partes soltas e lixar a superfície.

Em seguida aplicar 1 demão de Fundo Preparador de Paredes.

Em seguida, repintar.

Desagregamento

Esfarelamento da pintura que se solta da parede juntamente com o reboco. Nesse caso a cura do reboco não foi respeitada (28 Dias). Não houve o lixamento do reboco novo, ou a proporção de areia no traço da argamassa foi usada acima do limite recomendado. Para corrigir o problema:

Aplicar novo reboco nas imperfeições mais profundas, aguardar a cura de 28 dias e aplicar 1 demão de Fundo Preparador de Paredes.
Em seguida, repintar.

Descascamento

Normalmente esse problema ocorre em pinturas feitas sobre superfícies com cal. Outro fator que pode causar o descascamento são pinturas antigas sujeitas ao longo do tempo, às intempéries que acabam também ficando calcinadas. Para ocorrer a repintura é necessário eliminar as partes soltas e mal aderidas, raspando e/ou escovando para eliminar o pó. Nas áreas externas recomenda-se lavar a superfície com máquina de hidrojateamento, eliminando todos os resíduos. A tinta aplicada pura ou pouco diluída na primeira demão pode também ocasionar o problema. Para corrigir o problema:

Raspar e escovar a superfície eliminando todas as partes soltas e aplicar 1 demão de Fundo Preparador de Paredes.

Manchas de chuva

Paredes recém pintadas e que sofreram ação da chuva podem ter o surgimento de manchas do tipo escorridas. Para corrigir o problema:

Basta lavar a superfície com água, enxaguando-a por igual sem esfregá-la.
Após a secagem as manchas desaparecerão.

Bolhas

A umidade é o fator principal no aparecimento de bolhas na superfície, além de trincas, fissuras e impermeabilizações feitas de forma incorreta e massa corrida aplicada externamente. Para corrigir o problema:

Eliminar totalmente a massa corrida e aplicar Fundo Preparador de Paredes.
Em seguida aplicar massa acrílica nivelando e lixando em seguida para receber a tinta de acabamento.
Para áreas internas no lugar da massa acrílica poderá ser utilizada massa corrida, seguindo o mesmo procedimento.

Manchas escuras

Ocorrem em função do mofo, principalmente em ambientes úmidos, mal iluminados ou ventilados. Para corrigir o problema:

Lavar a superfície com água limpa e água sanitária na proporção 2:1.
Aguardar de 4 a 6 horas e lavar com água limpa até a eliminação total do mofo.
Externamente recomenda-se lavar a superfície com máquina de hidrojateamento.
O uso de água sanitária é fundamental pois fungos, bactérias e algas são seres vivos que formam o mofo.

Manchas amareladas

Podem ocorrer em função de gordura ou fumaça de cigarro. Para corrigir o problema:

Lavar com água e detergente que contenha amoníaco na proporção de 10:1.
Depois repintar.

Fissuras

Ocorrem principalmente em função da massa fina de má qualidade ou também por não aguardar a cura do reboco que é de 28 dias. Para corrigir o problema:

Raspar e escovar a superfície eliminando partes soltas e poeira.
Para áreas externas, recomenda-se a lavagem da parede com máquina de hidrojateamento.
Aplicar 1 demão de Fundo Preparador de Paredes.
Em seguida aplicar fundo elastomérico específico para o caso.
Depois repintar.

LANÇAMENTOS

INSTAGRAM

This error message is only visible to WordPress admins
Unsupported get request. Object with ID '17841419348910964' does not exist, cannot be loaded due to missing permissions, or does not support this operation. Please read the Graph API documentation at https://developers.facebook.com/docs/graph-api

FACEBOOK

YouTube

ENTRE EM CONTATO